terça-feira, 14 de junho de 2011

Ontem foi dia de Stº António

Olá a todas

Ontem foi o dia que homenageia o meu Santinho amigo.

Resolvi assim, guardar para hoje a postagem deste trabalho que fiz há cerca de um mês e ofereci a uma pessoa muito querida.

Esta peça de marfinite foi comprada na Maria. Despistada como sou eu nem reparava nela, mas a Maria, sabendo os meus gostos chamou-me à atenção do Stº António brincalhão e claro, achei-a super original e trouxe-a comigo.

Os pormenores dos acessórios que sempre acompanham Stº António (o livro e as açucenas) também aqui estão, mas de uma forma original.


Escusado será dizer que adorei pintá-la e ver os olhinhos felizes de quem a recebeu.


Espero que vocês gostem dela também.


Fica aqui um pouco da história de Stº António, que nasceu em Lisboa e faleceu em Pádua, na 1ª metade do sésc. XIII.

A sua representação iconográfica mais frequente é a de um jovem tonsurado envergando o traje dos frades menores (franciscanos), segurando o Menino Jesus sobre um livro e tendo uma cruz, ou um ramo de açucenas, na outra mão. Esses atributos podem ser substituídos por um saco de pão, embora geralmente a figura do menino Jesus (nu ou vestido, de pé ou sentado, interagindo ou não com o santo) mantenha-se na outra mão. Uma das suas características, na sua representação mais fiel, é ter o habito de franciscano ligeiramente levantado em baixo para mostrar outro de "agostinho", do qual usou antes de aceder ao segundo, que foram as duas ordens religiosas em qual ele fez parte enquanto viveu. Uma rara representação iconográfica, exclusiva a Portugal e suas ex-colónias, mostra o santo trajando as vestes de "menino de coro" ou de sacristão, segundo a tradição que, em adolescente, teria sido "coroinha" na Sé de Lisboa. Em pintura, o santo pode ser visto em adoração frente a uma aparição do menino, a pregar aos peixes (objecto de um sermão do Padre António Vieira, séculos mais tarde), tal como São Francisco pregava aos pássaros, fazendo que uma mula se ajoelhe diante de um ostensório ou achando em um cofre o coração de um ávaro. Considerado padroeiro dos pobres, é também invocado para ajudar a encontrar objetos perdidos, numa oração conhecida como os responsos (no que é similar a São Longuinho, invocado mais frequentemente no Brasil do que em Portugal).
Santo António de Lisboa é enfim comummente considerado como um santo casamenteiro; segundo a lenda, era um excelente conciliador de casais.
No Brasil, muitas moças afoitas por encontrar um marido retiravam o bebé dos braços das estátuas do santo, prometendo devolvê-lo depois de alcançarem o seu pedido. Por esse motivo, alguns párocos mandavam fazer a estátua do santo com o Menino Jesus preso ao corpo do santo, evitando assim o seu sequestro. Outras jovens colocam a imagem de cabeça para baixo, dizem que só a mudariam de posição quando Santo António lhes arranjasse marido. Estes rituais eram geralmente feitos na madrugada do dia 13 de Junho. Outro facto pitoresco digno de nota, é quando a estátua se parte nestas lides - nesse caso, os cacos devem ser juntos e deixados num cemitério.
Numa cerimónia, conhecida como
trezena (por ter a duração de treze dias), os fiéis entoam cânticos, soltam fogos, e celebram comes e bebes junto a uma fogueira com o formato de um quadrado. Essa festança acontece entre 1 e 13 de Junho - é a famosa festa de Santo António.
Ainda há um outro costume que é muito praticado pelos fiéis. Todo o dia 13 de Junho, certas igrejas distribuem aos pobres "pãezinhos de Santo António" que, segundo a tradição devem ser guardados dentro de uma lata de mantimentos, para que não falte comida durante o ano. Há quem diga que o pão não mofa, mantendo-se íntegro pelo período de um ano.
(Wikipédia)


Muitos beijinhos para todas e desculpem a minha ausência, pois continuo com problemas com a maioria dos blogs e agora, também com o meu e-mail.


Fiquem bem a "artesanem" muito.

15 comentários:

Fernanda Correia disse...

Olá, minha linda, o teu Santo António está lindo, muito bonito !!!

Marta Benicá disse...

Adorei o post. Já sou seguidora. tenha uma boa semana. Marta. venha me conhecer também,será muito bem vinda.

Minhas receitas dia a dia.

Cafofo da Mônica disse...

Helena, ficou linda a pintura, parece até real amiga!!!!!!!
Imagino mesmo os olhos brilhando de quem o recebeu , os meus também brilhariam!

parabéns , por mais este lindo trabalho.
beijos no coração,
Mônica Beatriz

Duda disse...

Olá!
Ficou muito lindo, quem o recebeu só pode ter adorado.
Boa semana.
Bjinhos

Guida Machado disse...

Olá Helena,
Mais um Sto António muito giro.
Também estou com problemas nos comentários, só consigo nuns por outros.
Beijinhos,
Guida

Diana disse...

Olá Helena, ficou maravilhoso este Stº antónio:)
Beijinhos

M. Céu Fernandes disse...

Olá minha querida.
Ficou muito lindo!
Passei para te desejar uma boa semana e deixar um beijinho,
M. Céu

Karla disse...

Olá Madrinha,
Mais um Santo António e este também está tão lindo, a imagem em si é muito original, mas o trabalho da artista faz a diferença.Parabéns.
Milhões de beijinhos
Carla

Artemania disse...

Simpático St António.
Passa no meu blog. Tenho 2 selos para ti.
Beijocas
Alda

Mary disse...

Olá Helena,
ficou muito lindo o Sto Antoninho...já és mestra na técnica!!!
E se tens problemas com os blogs..muda de navegador, e logo vês como melhora tudo..
Bjinhos

Teresa Vidinha disse...

O teu Santo ficou a super! è diferente e muito divertido. Quem o recebeu deve ter gostado de certeza.
Um beijo
Teresa

Mary disse...

Olá Helena,
passei para deixar um bjinho e o desejo de boa semana

Claudiana (25/11/2010) disse...

Olá como vai? Tudo bem?
Que vc tenha uma semana abençoada e produtiva, bjos

Esmeralda Sá disse...

Olá
Mais um Santo António lindão.
Parabéns
Bjs
Esmeralda

M. Céu Fernandes disse...

Olá querida.
Tudo bem?
Só para avisar que há sorteio no meu blog.
Beijinhos e boa semana.
M. Céu